Latest Post

State of the Mind (32)

Sorves-me o prazer por ti criado como prelúdio do prazer que ainda me hás-de dar. Concentras-te arduamente, desinteressadamente, avidamente na tarefa de fazeres dos lábios que há minutos tínhamos unido, boca com boca, os lábios que devoras e encontras agora com a língua. Sorves-me o gosto do desejo, enleando os fios que de mim escorrem, percorrendo cada nervo intumescido e sensível ao girar e rodopiar, ao mordiscar e lamber. Sorves-me o timbre da voz que me fugiu e do grito que se-me calou dando lugar ao contorcer e ofegar trepidante ao ritmo do teu ritmo. Sorves-me o alento de uma entrega que num quase desespero te roga mais, te pede mais, te quer mais e suspira de braços caídos quando a tua tarefa se encontra terminada.

State of the Mind #76

Havia-lhe prometido todos os prazeres ao seu alcance, todos os corpos que quisesse, todos os paus que aguentasse, todos os lábios que quisesse sugar, todos os lugares onde entrar, todos os orgasmos que pudesse alcançar. Havia-lhe prometido dedicar-se ao seu corpo, idolatrá-lo e prepará-lo, fazê-lo perfeito para tudo e para todos, fazê-lo abarcar todas as formas, todos os feitios, todos os jeitos e todas as vontades. Havia-lhe prometido uma viagem, um trapézio sem rede, um abeirar do precipício onde planava sem resvalar, um lugar onde o seu corpo era amado e desejado, onde se partilhava para se multiplicar, para recolher de cada um todo o líquido, todo o sonegar de palavras por gemidos e transes de prazer. Havia-lhe prometido o preenchimento do corpo, em toda a sua plenitude, em todos os orifícios, com a mestria da soberba e a destreza da experiência, com os ensinamentos do seu tutor e os dividendos da sua gula. Havia-lhe prometido saciar-lhe sempre a fome, colmatar-lhe as lacunas de um corpo insaciável e sempre ávido de mais, realizar-lhe as fantasias e os desejos, entregar-se em prol do seu prazer, subsumir-se a voos mais altos pois sabia que era lá que voavam em pleno gozo dos seus corpos e da sua carne, da sua satisfação e da paixão pela vida que sentiam sempre que se vinham, sempre que atingiam o cume do deleite. Havia-lhe prometido o gesto mais puro e menos conspurcado, a entrega do seu corpo, para usar e abusar, para fruir e usufruir. Dera-o, sem hesitar, sem ponderar, sem recear. Sabia que a sorte era sua, fossem as promessas cumpridas e os desejos realizados, os corpos submissos e as vontades alcançadas. Sabia que a sorte era sua, fossem os buracos preenchidos, os arfares incontidos, os toques inesgotáveis, os lamberes inefáveis, os chupares imparáveis, os orgasmos incontáveis.

Trio con mi amigo memo‏

Hola mi amor, esta es la reseña del trio que hicimos con mi amigo memo.


Era uno de esos dias caliente donde tenia ganas de algo diferente, fue por eso que te llame en la tarde para planear todo para el siguiente dia, para hacer un trio HMH, por lo que me dijiste que si, pero que consiguiera yo al otro hombre, te dije que tenia un amigo que chance y le entraba que lo iba a contactar y que te llamaba en un ratito, le llame a mi amigo y dijo que si, asi que organizamos todo para el siguiente dia en la mañana en nuestro motel de costumbre.

Llegue temprano y te llame para darte el cuarto en el que estaba, me contestaste como siempre con una voz tierna y suave, y me dijiste que llegabas en 30 minutos, por lo que me fui poniendo comodo y empezando a ver una pelicula porno. Me fui exitando mucho para cuando tu llegaste yo ya estaba bien caliente, por lo que nos dimos nuestro respectivo saludin, jejejeje, y te empece a quitar tu ropa, para poder admirar tus hermosas tetas de campeonato. Una vez desnudita y yo con la verga bien parada me pusiste el condon con tu boquita linda y me lo empezaste a mamar, te acoste en la cama de misionero para poder ver y mamar tus tentas en lo que te la ensartaba, y a darle, no duramos mucho ya que yo ya estaba bien caliente y tu tan tan buena que no pude resistir y me vine dentro de ti.


Descanzamos un ratito y aprovechamos para llamarle a memo, y me dijo que tardaba todavia como 30 minutos, por lo que nos dispusimos a nuestro siguiente palito, tu segias bien caliente por lo que me acoste ensima de ti y me fui resbalando primero a mamar tus deliciosas tetas y despues continue bajando hasta llegar a tu delicioso clitoris, donde me atore un ratito porque me encanta mamar cola, te lo mame tan delicioso que me acuerdo que estabas bien humeda y yo bien caliente con la verga a todo lo que daba, por lo que te puse de ladito y te la empece a meter para ver como se movian tus ricas tetas de una lado a otro mientras golpeaba mi verga hasta el fondo de tu panocha rica. Seguimos asi un ratito hasta que explotaste y a los pocos minutos explote yo tambien, me deje caer encima de ti exausto y deliciosamente complacido.

Nos estubimos acariciando y besando y en eso sono el telefono, nos dicen que llego alguien, obvio era memo, por lo que nos dio nuevos animos, nuestro trio al fin, entro memo y se puso comodo, y me dices que le ponga yo el condon a memo, por lo que le tomo su verga y le empiezo a poner el condon, no pude recistir ver como se le ponia bien dura por lo que me le deje ir a mamarsela y tu me pusiste un condon y me la empezaste a mamar y memo empezo a mamar tu clitoris haciendo un rico triangulo, estubimos ahi un rato dandonos placer mutuo, memo se quejaba de que le gustara que le mamara su verga y a mi se me ponia cada vez mas dura, por lo que me la seguiste mamando cada vez mas de ver como me ponia bien caliente y que exploto en tu boca, fue delicioso, sentir un orgasmo con tu linda boca mientras tenia una verga en la mia.

Seguido te puso a gatas memo y empezo a meterte la verga bien rico mientras yo veia como gozaban los dos y me acaricibama la verga y tus tetas porque se veia tan delicioso eso que no podia resistir. Despues, te diste la vuelta y le pediste que te los hechara en las tetas, yo solo de ver como se hacia la puñeta sobre tus tetas y como te las acariciabas tu me puse bien caliente otra vez, exploto memo sobre tus tetas, me puse un condon y te acoste sobre la cama y asi empece a metertela mientras acariciaba tus tetas llenas de espermas de memo, hufff, que exitante, te di asi hasta que me vine, y nos acostamos los tres en la cama.

Platicamos un ratito y nos despedimos porque ya era hora de partir.

Gracias mi amor por tu cachondes.


TUYO TU GUERITO

Namorada pagando peitinho





Que delícia!! Mande mais, amigo... que peitinho gostoso ela tem!! Abraços!
albumdeseios@yahoo.com.br




































Por que pagar x sexo???



Hoy amanecí haciéndome esta pregunta ... ¿Por que pagar x sexo?

Por aquí les dejo esta foto espero les guste me veo rara de la cara x la luz de la habitacion del motel !!!!

Besos valentina ( pensando en operarme las tetas subirme una copa 36 DD y hacerme unos arreglos en la cara  huy estoy loca verdad)



Tirou fotos após o banho


Ver Fotos

State of the Mind (50)

Renegam-se os demónios que nos consomem a alma. Tornamo-los pequenos, insignificantes. Reduzimo-los a uma película fina e transparente que envolve a sapiência dos males que nos querem atingir. Decidimos que há mais na vida, que há mais vida. Num momento, num pequeno instante, sucumbimos face à vontade que o corpo exerce sobre a nossa mente e entregamo-nos ao que o deleite de ser fogo, de ter fogo, nos confere. Fica plasmada nas feições, no rosto que sofre de prazer, nos lábios que se trincam em êxtase, nos tremores dos membros, no contrair dos músculos espásmicos que involuntariamente perdem a noção do tempo e do lugar. E os demónios mudam de semblante, são demónios íntimos, demónios que vão para além das proibições, demónios que se apoderam de todo um ser ofertando-lhe na encruzilhada o baú do prazer em troca da alma. Uma perda valiosa, uma troca injusta? Não. Almas assim sobrevivem, alimentam-se, bebem o líquido do prazer e retiram dele a vida.

COPA 36 D




Naked and wet

Nomi Melone


Ver Fotos

Mamilos enormes da namorada



"Podem babar nos mamilos da minha namorada... são enormes!!! deliciosos de mamar... adoro eles.. ela so topou mandar com a condição de vc não publicar o email.. abrx!!"

Lindos mesmo... adorei! Que tesão de peito gostoso. Adoro bicão!
albumdeseios@yahoo.com.br

State of the Mind (59)

Caminhamos em allegro, insensíveis às batidas do coração que quer saltar do peito, reclusos de passos dados en arrière. Saboreamos o que nos é dado, em adagio, porque antes o pouco do que o nada. Antes o perene que a ausência. E o corpo curva-se, recolhe-se sobre si mesmo, em posição defensiva, desenhando aqui e ali um grand plié só para ganhar força para continuar en promenade, numa viagem que escolhemos mas cujos contornos duvidamos, evadimos para não chamar a razão à colação. E neste entremeio, sorrimos face a pirouettes, pequenos nadas que nos sabem a tudo tentando não dar um passo em falso e sucumbir num fatal failli.

State of the Mind (69)

Atrasa as horas desse relógio e deixa-te ficar aqui. Aqui onde as horas são eternas, onde o saber do que se passa lá fora não importa, onde o que temos chega. Atrasa as horas desse relógio e deixa-te ficar aqui. Aqui onde me posso passear pelo teu corpo, usá-lo até à exaustão, até ficarmos secos e vazios, de sucos e de forças, de silêncios necessários, de palavras arrebatadas. Atrasa as horas desse relógio e foge comigo, daqui para o sempre, para o local onde o corpo é o alimento e o prazer o móbil que nos impulsiona a querer permanecer fundidos no abraço de ti em mim, de mim em ti. Atrasa as horas desse relógio e deixa-me perder no teu beijo para só me encontrar no teu orgasmo. Aproveita e fode-me, só um bocadinho, não, muito, já que estou a pedir, peço muito, peço tudo.

A penny for your thoughts

O Round 2 da curiosidade da nossa estimada Omnuance está já aí. 

Acontece contigo sentires vontade de tocar-te de forma mais íntima enquanto observas um blog excitante?
  
Tenho reparado que isto dos blogs eróticos tem fases. E são fases cíclicas, de altos e baixos, de muito e depois pouco, de presenças e ausências, de saídas e (re)entradas. Desde a minha incursão neste submundo blogosférico já senti um pouco de tudo: Excitação, entusiasmo, desinteresse, saudade (de os ler), descrença, admiração, embevecimento, inspiração. Já houve blogs que mexeram comigo, cujas leituras me deixaram em estado líquido e com vontade de transformar em actos as palavras lá plasmadas, de reproduzir cenários descritos, protagonizar cenas reproduzidas em imagens, tocar-me enquanto as imagino. Mas também sofro do "mal" inverso. O meu blog contém muito daquilo que sou, daquilo que gosto e daquilo que me excita e, por isso, imprimo nas minhas palavras os sentimentos que me permeiam, as vontades que se me impõem. Portanto, retiro prazer do prazer de escrever na mesma medida do prazer de ler outros "trabalhos" virtuais.


LINDA POLICIA



absolutely luscious
























































sweetly





































 
Support : Creating Website | Stella | Stella
Copyright © 2011. Fotos Amadoras E Vídeos Caseiros - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Stella
Proudly powered by Blogger