Latest Post

Hurt me like you mean it

Diz-se dos loucos que vivem num mundo só deles, que se alheiam da realidade, que se perdem na imaginação, que constroem cenários onde se movem sem correspondência com o lugar onde vivem. Diz-se dos loucos que são sonhadores. Se é loucura sonhar, se é loucura imaginar, estaria condenada ao colete de forças, ao freio da mente. Não lhe importava. Movia-se na edificação de imagens relativizadas que almejava subjectivar. Sentia a compulsão de querer mais assim. Impulsionava-a o desejo de sentir na pele o roçar de dois corpos, três se contasse com ela própria. Queria vê-la em êxtase entregue ao prazer de ser tocada por mãos rudes e delicadas em simultâneo. De ser beijada com a raiva dos amantes, com a paixão dos sedentos, com o desejo dos corpos inebriados de prazer. Imaginava-se vezes sem conta a dedicar-se em pleno, altruísta mas egoísta, dando na expectativa de receber. Sentia na ponta da língua, quase real, o sabor dela, o sabor dele, os sabores deles misturados. Bebia-os com a vontade sôfrega de quem se entrega, movia-se ao ritmo e ao som dos gemeres que lhe ecoavam das gargantas, inebriava-se dos aromas simbióticos que emanavam das peles tocadas em impressões digitais vincadas, em gestos de luxúria, em orgasmos multiplicados, revezados, líquidos e categóricos. Sugeriram lobotomia, acordaram em drogas, administraram placebo. Pensaram que assim lhe acalmariam as entranhas, a devolveriam à razão, lhe findariam as compulsões. Ela sorria. Não haveria quem lhe roubasse o fogo, estava entranhado, agarrado como alcatrão.

Peitinho show


Ver Fotos

Mac lanche feliz


Ver Fotos

(Ela) dá-vos música!

State of the Mind (53)

Acho que já não me lembro de te amar. Já não me lembro do cheiro intoxicante do teu corpo, do toque firme das tuas mãos. Já não me lembro da sensação indescritível de ti em mim, já não me lembro a que sabe o teu  sabor. Já não me lembro do timbre inconfundível da tua voz, do brilho ofuscante do teu sorriso. Já não me lembro da tristeza do teu olhar, já não me lembro do calor da tua boca. Já não me lembro a que sabem os teus beijos intemporais, o conforto terno do teu abraço. Recordo os trechos de memórias que construímos juntos. "Não os deixes escapar, são o que fazem de ti quem és" dita-me a voz autoritária que oiço na minha cabeça. A verdade é que não consigo e por mais que pense que já não me lembro, a tua presença é estranhamente presente em mim. Ao pensar que não me lembro, lembro. Ao procurar para me lembrar, vejo que não me esqueci. Penso que há sempre qualquer coisa que morre em nós quando o esquecimento se torna demência e o suco da indiferença nos jorra dos olhos em lágrimas cruéis. Mas tu manténs-te aqui, do lado esquerdo do meu peito, torto e torpe. E sinto o teu cheiro que não se desvaneceu, consubstancio o teu toque que não me abandonou, reproduzo-te em mim, egoísta, oiço-te aqui trocista, sorrio-te de volta, envergonhada, olho-te fundo, desesperada, beijo-te sem tempo, desfalecida, abraço-te, desamparada.

Loira boazuda


Ver Fotos
(Ela) hoje está aqui!

O nosso afamado fashion adviser, word magician e sex delicatessen "Skin", envolveu a blogosfera em mais um original e ousado desafio:  transpor para o virtual um pouco do nosso real, mostrar um pouco de nós, ilustres anónimos da internet, dos blogs. Mostrar aquilo que consideramos ser "Our best detail" em simples arranjos fotográficos. Ora, (Ela), vaidosa como sempre não podia deixar-se ficar quietinha e foi lá dar um ar da sua graça.
Obrigada Skin por mais uma oportunidade de fazer parte da história de um local que prezo muito e que é visita mais que obrigatória!

Long sexy legs


 
Support : Creating Website | Stella | Stella
Copyright © 2011. Fotos Amadoras E Vídeos Caseiros - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Stella
Proudly powered by Blogger